SOBRE OS COOKIES DESSE SITE

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. Saiba mais.

Scrum
15/05/2020

Scrum: a Metodologia Ágil

Conheça um pouco da metodologia Agile, hoje aplicada no BK Brasil pela equipe delaware para atendimento a projetos e melhorias

O que é Metodologia Ágil?

Metodologia Ágil é uma solução de gestão de projetos criada para que empresas que desejam realizar entregas com mais qualidade, em menos tempo. Alguns princípios do Agile são: 

  • Entregas rápidas e constantes;
  • Participação constante do negócio com o time técnico;
  • Garantia das funcionalidades desejadas;
  • Atualização do escopo em tempo real;
  • Medição realizada por entregas ao invés de esforço. 

Uma Metodologia Agile para projetos de software é denominada de Scrum

O que é Scrum?

Scrum é uma forma de organizar e executar todo o trabalho a ser feito. Porém, não é um processo padronizado onde você segue uma série de etapas sequenciais que vão garantir que você produza, no prazo e no orçamento, um produto de alta qualidade e que encanta os seus clientes. 

Em vez disso, podemos falar que o Scrum é um framework para organizar e gerenciar trabalhos mais complexos, como projetos de desenvolvimento de software. O framework Scrum é um conjunto de valores, princípios e práticas que fornecem a base para que a sua organização adicione suas práticas particulares de engenharia e gestão, e que sejam relevantes para a realidade da empresa.

Uma equipe Scrum é composta basicamente de três papéis: Product OwnerScrumMaster e Time de Desenvolvimento

Product Owner

Ponto central, com poderes de liderança sobre o produto. Ele deve:

  • Decidir quais recursos e funcionalidades serão construídos e qual a ordem que devem ser feitos;
  • Manter e comunicar a todos os outros participantes uma visão clara do que a equipe Scrum está buscando alcançar no projeto;
  • Colaborar ativamente com o ScrumMaster equipe de desenvolvimento;
  • Garantir que a equipe construa rapidamente o que o Product Owner precisa.

Scrum Master

O ScrumMaster é responsável por: 

  • Ajudar a todos os envolvidos a entender e abraçar os valores, princípios e práticas do Scrum;
  • Agir como um Coach, executando a liderança do processo e ajudando a equipe (e o resto da organização) a desenvolver sua própria abordagem do Scrum.

O ScrumMaster age como um líder, não como um gerente

Time Scrum

No desenvolvimento tradicional de software, são abordados vários tipos de trabalho: arquiteto, programador, testador, administrador de banco de dados, Designer, entre outros. O papel do Time de Desenvolvimento é juntar todas essas pessoas em uma equipe multidisciplinar, que são responsáveis pela concepção, construção e testes do produto. 

A equipe de desenvolvimento se auto-organiza para determinar a melhor maneira de realizar o trabalho e atingir a meta estabelecida pelo Product Owner. Em um time de desenvolvimento seus membros devem ter coletivamente todas as habilidades necessárias para produzir, com qualidade, software funcionando. 

Confira: Metodologia Ágil para home office

O que é Sprint?

No Scrum, o trabalho é realizado em iterações ou ciclos de até um mês de calendário, chamado de Sprints. O trabalho realizado em cada sprint deve criar algo de valor tangível para o cliente ou usuário. Sprints são timeboxed (duração fixa) para que tenham sempre uma data fixa de início e fim. 

Sprint Planning

O product backlog pode representar muitas semanas ou até meses de trabalho, o que é muito mais do que pode ser concluído em um único e curto sprint. Para determinar quais os subconjuntos de itens do Product Backlog mais importantes para construir no próximo sprint, a equipe deve realizar um planejamento do Sprint. 

Durante o Sprint Planning, a equipe de desenvolvimento e o Product Owner devem chegar a um acordo sobre qual o principal objetivo do Sprint. Com isso mãos, deve-se determinar quais os itens do backlog devem ser priorizados 

A maioria das equipes Scrum que estão realizando Sprints de duas semanas a um mês de duração tentam completar o seu planejamento em cerca de 4 a 8 horas. Um sprint de uma semana não deve tomar mais do que 2 horas para ser planejado. 

Daily Scrum

Todos os dias, idealmente no mesmo horário, os membros da equipe de desenvolvimento devem realizar uma reunião com tempo definido (15 minutos ou menos), chamado Daily Scrum. Esta reunião também é chamada de Stand-Up Meeting, uma prática recomendada para que a reunião seja feita em pé e que seja rápida. 

Uma abordagem comum nesta reunião é o Scrum Master fazer três perguntas para cada membro da equipe: 

  1. O que fiz ontem que ajudou o time a atingir a meta do sprint?
  2. O que vou fazer hoje para ajudar o time a atingir a meta do sprint?
  3. Existe algum impedimento que não permita a mim ou ao time atingir a meta do sprint?

Ao responder a estas questões, todos conseguem visualizar de uma maneira geral como está progredindo o trabalho do Sprint em direção à sua meta. 

Definition of Done (Definição de Pronto)

No Scrum, um produto ou funcionalidade concluída são considerados como resultado do Sprint. Para saber quando e como uma parte do produto ou funcionalidade deve ser considerada concluída, nós utilizamos um documento chamado Definition of Done. 

Embora, isso varie significativamente de um extremo ao outro para cada time Scrum, os integrantes devem ter um entendimento compartilhado do que significa o trabalho estar completo, assegurando a transparência em primeiro lugar.  

Sprint Review (Revisão do Sprint)

No final do Sprint, existem duas atividades adicionais que são fundamentais:  Sprint Review (Revisão do Sprint) e o Sprint Retrospective (Retrospectiva de Sprint).  

Sprint Review é uma reunião informal, e a apresentação do incremento destina-se a motivar a equipe, obter comentários e promover a colaboração de todos. O seu objetivo é verificar e adaptar o produto que está sendo construído.  

Sprint Retrospective tem como objetivo verificar necessidades de adaptações no processo de trabalho.